terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Detalhe.

| 1 comentários |

Acabo de receber minha carteirinha de sócio do glorioso. Lá tá escrito: CAMPEÃO DO MUNDO :D

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

A lugar algum.

| 1 comentários |

Em Apocalypto, Mel Gibson acerta em cheio ao contar o início de carreira do maior jogador do mundo. O drama vivido por Ronaldinho Gaúcho quando perde seu pai e a motivação para entrar para o time dos azuis fazem do filme uma bela lição de vida.

Agora sério, não entendo como ainda não tenham criado um programa de criação de roteiros para o Mel Gibson. É muito fácil, basta escolher as duas variáveis:

1. Parente a ser vingado: Pai, filho ou esposa. Poderia vingar o cachorro ou cunhado, mas acho que não ficaria crível.

2. Período histórico: Aí tu pode pirar. Só não vale usar os pré-colombianos, o Vietnã e a revolução escocesa.

Depois o programa faz a sua parte e enrola o espectador até a luta final, onde todos os capangas já foram mortos e só resta o vilão. O nosso personagem principal vai tomar uma ruim, mas logo depois, com as suas últimas forças, lembra do ente querido e dá o golpe de misericórdia no rival. Tudo isso em câmara lenta.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Minha parte.

| 0 comentários |

O Leonardo postou no blog uma matéria do Aurélio Decker onde ele conta sobre a nova tramóia inventada pelos queridos vereadores de Novo Hamburgo, a capital nacional do xis-salada.

E aí em baixo tá o e-mail que eu mandei pra cambada, leia e faça a sua parte:

To: drpeteffi@camaranh.rs.gov.br, itoluciano@camaranh.rs.gov.br, soli-silva@camaranh.rs.gov.br, maria-mayer@camaranh.rs.gov.br, antonio-lucas@camaranh.rs.gov.br, renan-schaurich@camaranh.rs.gov.br, carina-alves@camaranh.rs.gov.br, teotassolo-reichert@camaranh.rs.gov.br

Excelentíssimos Senhores Vereadores,

Venho por meio deste elogiar a aprovação de lei que dará o direito a três assessores a cada um de vocês. Não tenho dúvida que manter Novo Hamburgo como uma das cidades mais seguras, com mais incentivos a cultura (já que isso aqui é um pólo cultural, não é mesmo?) e como modelo de saúde para todo estado deva dar muito trabalho. Fiquem seguros que não é pelo salário, e sim, pelo orgulho de trabalhar ao lado de gente descente, que me faz ficar a disposição de vocês para as futuras contratações.


Saudações,
Vinícius da Cunha

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Série Pintores do Século.

| 1 comentários |


Achei no site da Revista Piauí um link que fala dos primeiros anos de fotografia do Cartier-Bresson.
P.S.: Tinha visto a foto aí de cima na exposição de Porto Alegre e também em alguns sites. Acreditem ou não, eu sempre fiquei reparando no enquadramento e na sombra projetada ali na água e nunca naquele cartaz colado na parede. Incrível.

Novas Fotos.

| 1 comentários |

Coloquei no www.flickr.com/photos/noshermanos fotos do Aparados da Serra e de todo o trabalho que foi chegar até lá.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Ah, eu sou gaúcho.

| 2 comentários |

Olhei o J. A. por quinze minutos e percebi duas coisas insuportáveis no jornalismo gaúcho. A primeira delas é a cor da Cristina Ranzolin, ela é o nosso Michael Jackson invertido. A segunda é o Paulo Britto, será que ninguém da RBS percebeu o desânimo em que ele se encontra? Ver ele na TV me fez tão mal quanto ver o clipe de Hurt, do Johnny Cash, num daqueles sábados a noite em que tu fica sozinho em casa.

Silício, nostalgia e cotidiano.

| 5 comentários |


Ao saber do lançamento do Windows Vista perguntei a um colega o que mudava na nova versão, até então tinha lido que o PC iniciava em um piscar de olhos e logo imaginei que ela seria mais ágil. Doce engano, óbvio que pra ti usar o sistema operacional tu precisa de um PC ainda mais apelo. O que é estranho, já que a Apple consegue fazer o seu Mac OS ficar cada vez mais leve e rápido, ou seja, se tu tem um G3 da pré-história vale a pena tu instalar o sistema do momento para ganhar um pouco de velocidade. Tô errado?

Essa análise entre as duas empresas me despertou uma série de pensamentos sobre a teoria da devolução, e é por isso que o melhor celular já inventado ilustra esse texto. Não lembro bem o ano, mas acho que foi em 99 ou 2000 que eu ganhei esse aparelho. Era o segundo mais moderno a venda nas lojas, tinha agenda para muitos números, o famoso jogo Snake (não quero me gabar mas meu recorde era 1400), toques engraçados, além de enviar e receber mensagens de texto. Não era muito fino nem leve, mas tu conseguia empunha-lo sem problemas. Naquele tempo eu não imaginava que meu celular em 2007 teria câmera de vídeo, foto, tela colorida, jogos em 3D e mais um milhão recursos que eu nunca vou usar. Porém, na hora de ligar pra um amigo a tecnologia vai por água a baixo, o telefone fica mudo, a ligação não completa ou cai toda hora. Além do mais, as interfaces da Motorola estão cada vez piores, tem universidade abrindo curso de 4 anos só pro cara conseguir programar o despertador. Já troquei três vezes de telefone. Já usei Nokia e Motorola. Tim e Claro. Até agora nenhum teve o desempenho do 5110 e ainda por cima não funcionou no Itaimbezinho, como dizia no anúncio que li na Zero Hora.

Caso dois, esse é pra irritar ainda mais. Um dia acordo e abro o UIN 27902730 do ICQ, depois de horas percebo que as pessoas sumiram, uma alma entra e me explica, todos haviam migrado, o Messenger estava abafando. Me pergunto porque abandonar um programa que só nos trouxe alegria, tá certo que algumas versões andavam pesadas, mas é pra tanto? Custei a aderir, mas fui morto no cansaço. O programa era lento e a vantagem era porra da fotinho ali do lado, fora isso tu tinha que fazer uma conta no hotmail e virar corinho do Bill Gates. Sei que não é hora de reclamar, a final, uso o programa há anos. O problema é que não faz muito tempo que um amigo me deu uma notícia: "tu viu que agora o Windows Live Messenger manda mensagens para quem está offline?". Tchê, o ICQ fazia isso desde 1996, o que custa o programador do MSN roubar essa brilhante idéia em vez de te deixar falando sozinho com os teus contatos?

Moral: pra que mudar?